São Paulo começa a vacinar as primeiras comunidades quilombolas no Brasil

Benedita, 77, e Benedito, 66, foram os dois primeiros quilombolas da comunidade Ivaporunduva vacinados

Por Fagner 25/01/2021 - 09:38 hs


O Governador João Doria participou da vacinação contra COVID-19 na comunidade Quilombo Ivaporunduva, em Eldorado, cidade do Vale do Ribeira – o “Vale do Futuro”.

“Os quilombolas serão vacinados, assim como os indígenas. É um ato humanitário, é um gesto correto da ciência e da saúde imunizar os indígenas do nosso Estado e a comunidade quilombola”, disse Doria.

A primeira a receber a dose do imunizante foi a Sra. Benedita que aos 77 anos,  mantém o bom humor e a positividade. "Nós queremos saúde. Já estamos cansados desse combate da doença. Sinto saudade de quando podia estar na igreja, rezando, ir na casa dos amigos. Agora é mais difícil, tem que usar máscara e álcool", comenta dona Benedita, sorrindo por trás da máscara e segurando uma sacola plástica com um vidro de álcool na mão. 

 

Ela mora com dois filhos e três netos, e minutos antes da vacina, contou ao Governador o "segredo da vida": "eu não esquento a cabeça, não. E quero chegar aos cem", afirma.

“Ditão”, como é conhecido o Sr. Benedito Alves da Silva,  foi vacinado na sequência. Ele completará 66 anos no dia 11 de fevereiro e foi aplaudido antecipadamente pelo aniversário. Integra a coordenação da associação da comunidade e destaca a relevância da iniciativa.