Miracatu recebe curso de formação de agentes culturais e produtores de conteúdo

Festival Virtual de Cinema Rede Brazucah traz uma série de debates sobre meio ambiente, questões étnicas e as relações humanas

Por Redação 16/10/2020 - 10:17 hs
Foto: Divulgação
Miracatu recebe curso de formação de agentes culturais e produtores de conteúdo
A ideia é capacitar os participantes para a produção de conteúdos audiovisuais nas redes socias

A cidade de Miracatu, no Vale do Ribeira (SP), recebe um curso de formação de jovens como agentes culturais e produtores de conteúdo cultural para internet. A iniciativa é da Brazucah Produções, por meio do Festival Virtual de Cinema Rede Brazucah.

A ideia é capacitar os participantes para a produção de conteúdos audiovisuais com foco em redes sociais, despertando a atenção do público para os temas ambientais da atualidade. O projeto é desenvolvido com estudantes da rede pública de ensino da cidade, sempre de forma não presencial (online).

Festival online

Lançado no dia 3 de setembro, o Festival Virtual de Cinema Rede Brazucah traz uma série de debates sobre o meio ambiente, questões étnicas e de relações humanas. Até 10 de novembro, serão três programações distintas com os seguintes temas: "Meio Ambiente", "Vidas Negras Importam" e "Tudo Vai Ficar Bem". A programação completa pode ser consultada na página da Brazucah.

Por conta da pandemia, o trio de circuitos será apresentado de forma online por meio do canal do Youtube do Cinesolar, um dos braços da Brazucah Produções. Cada curta-metragem do festival ficará disponível durante duas semanas. Ao término de cada rodada de filmes, um debate será realizado por videoconferência sobre o tema em questão.

A programação ainda conta com produções da representação das Nações Unidas no Brasil, que vão promover a conscientização em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da entidade – uma série de metas globais para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.

"Entendemos que o cinema tem um papel de refletir sobre as questões contemporâneas do ser humano, daí a importância de um festival que aborde diretamente estes temas, colaborando para a conscientização e para o debate em si", afirma Cynthia Alario, sócia e fundadora da Brazucah Produções.

O festival é uma extensão das atividades da Brazucah Produções, responsável pelos projetos Cinesolar e Cine Autorama, iniciativas que levam cinema e cultura de forma itinerante a todas as partes do país, com mais de 2,5 mil eventos realizados desde 2002. A iniciativa é viabilizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura, patrocinada pela reserva Legado das Águas e realizada pela Brazucah Produções e Governo Federal.