Novas ambulâncias são entregues para 22 cidades do Vale do Ribeira

Veículos hospitalares para transporte de pacientes foram entregues pelo Governo do Estado de São Paulo

Por Redação 24/11/2020 - 14:27 hs
Foto: Divulgação/Governo de SP
Novas ambulâncias são entregues para 22 cidades do Vale do Ribeira
22 municípios do Vale do Ribeira recebem ambulâncias do Governo do Estado

 

Novas ambulâncias foram entregues para 22 cidades do Vale do Ribeira nesta terça-feira (24).  A iniciativa é do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Saúde, atendendo à demanda do Programa Vale do Futuro.

Segundo a pasta, no total, 25 novos veículos foram entregues. A iniciativa conta com investimento do Programa Saúde em Ação e ultrapassa o valor de R$ 3 milhões. Ao todo, foram entregues nove vans e 13 ambulâncias para transportar pacientes para consultas e exames.

Os veículos entregues foram selecionados por cada município, a partir de suas necessidades, e contam com os devidos equipamentos e adaptações para trazer conforto e segurança aos usuários do sistema de saúde. Os automóveis, fabricados pela indústria francesa Renault, comportam 15 lugares e fortalecem o sistema hospitalar de saúde da região.

Municípios e hospitais que receberão os veículos

Ambulâncias: Barra do Chapéu, Barra do Turvo, Cajati, Cananeia, Eldorado, Ilha Comprida, Iporanga, Itaoca, Pedro de Toledo, Registro, Ribeira, Sete Barras, Tapiraí, Hospital Regional de Registro, Hospital de Pariquera-Açu, Santa Casa de Apiaí.

Vans: Apiaí, Iguape, Itapirapuã, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açú e Ribeirão Grande.

Vale do Futuro

Lançado pelo Governo de São Paulo em 17 de outubro de 2019, o programa ‘Vale do Futuro’ tem como objetivo a geração de emprego, renda e qualidade de vida nas cidades do Vale do Ribeira. No total, a região receberá do estado cerca de R$ 2 bilhões em investimentos até 2030.

No total, 22 cidades são contempladas pelo projeto: Cananeia, Ilha Comprida, Itapurã Paulista, Pedro de Toledo, Itariri, Itaóca, Apiaí, Registro, Juquiá, Cajati, Iporanga, Barra do Turvo, Barra do Chapéu, Iguape, Tapiraí, Jacupiranga, Sete Barras, Ribeira, Miracatu, Pariquera-Açu, Eldorado e Ribeirão Grande.

A expectativa é que o programa ocorra em três etapas: a primeira terá prazo de 12 meses, a segunda em um médio prazo até 2022, e a terceira até 2030, alinhado ao plano da Organização das Nações Unidas (ONU) de erradicação da pobreza.

 














-->